banner

A procura pelos implantes de silicone no bumbum, ou gluteoplastia, teve grande aumento nos últimos anos. Ela é indicada para pacientes que possuem nádegas muito pequenas e que sejam desproporcionais ao seu porte físico. O implante de silicone no bumbum traz mais volume e garante uma silhueta proporcional ao paciente.

Os candidatos à gluteoplastia são homens e mulheres que possuuem nádegas pequenas e desproporcionais ao porte físico e que não apresentam sobrepeso importante ou "bumbum caído" (ptose de glúteo). Para esses dois últimos casos, é possível associar a gluteoplastia a outros procedimentos, tais como lipoaspiração e lifting de gluteo.

A. TIPOS DE PRÓTESE

A. TIPOS DE PRÓTESE

A escolha das próteses é feita juntamente com o cirurgião plástico, que vai determinar, depois de um cuidadoso exame físico, a prótese ideal para que o resultado seja natural e harmonioso. As próteses glúteas podem variar de acordo com:


As próteses de gluteo são feitas de silicone mais resistente, projetadas para aguentar a pressão de sentar-se, deitar-se e da realização de atividades físicas intensas.

B. A CIRURGIA

O tempo de cirurgia varia de paciente para paciente, mas em geral dura aproximadamente duas horas. O cirurgião pode optar pela anestesia peridural com sedação ou pela anestesia geral, de acordo com cada caso.

Agende sua consulta

Clique aqui

C. TÉCNICAS

 

PRÓTESE é colocada dentro do músculo glúteo maior.

A técnica de implante dentro do músculo, inventada aqui no Brasil, mantém a prótese bem firme e quase imperceptível ao olhar e ao toque. Além disso, a técnica intermuscular impede a contratura capsular, pois a prótese é massageada pelo glúteo.


D. TIPOS DE INCISÃO

 

Existem dois tipos de incisão, a interglútea, na qual a cicatriz fica escondida no sulco entre as nádegas e a incisão em asa de gaivota, quando a cirurgia é associada ao lifting de glúteo.

Pós-Operatório e Cuidados

Recomenda-se o uso de cintas cirúrgicas, que auxiliam no processo de cicatrização, prevenindo o acúmulo de líquidos e  controlando o inchaço.

É importante manter a região bem higienizada. O paciente deve tomar banho e secar-se com uma toalha limpa cada vez que usar o banheiro.

Em alguns casos, pode ser feita a utilização de drenos para evitar o acúmulo de líquidos.
Os drenos são retirados rapidamente, entre dois ou três dias.

Pelos primeiros 15 dias é importante evitar mocimentar-se demais e deitar-se de costas, para não pressionar a área da cirurgia.

A volta ao trabalho acontece em aproximandamente duas semanas.
Atividades físicas intensas ficam liberadas em torno de três meses após a cirurgia.

Já é possível perceber o resultado logo depois da cirurgia, mas os resultados definitivos são melhor percebidos dentro de alguns meses, quando o inchaço diminui e a cicatrização se completa.

Agende sua Consulta

Rua João Penteado, 326
Jardim Sumaré - 14025-010
Ribeirão Preto - SP
(16) 3621-1442
(16) 99638-6073
contato@drricardosilveira.com.br