banner

A redução de mamas masculina, ou ginecomastia, é a cirurgia para a correção de mamas projetadas ou com muito volume. O aumento das mamas, que também é chamado de ginecomastia, pode ser causado pelo excesso de tecido mamário e/ou pelo acúmulo de gordura. A projeção pode acontecer em uma ou em ambas as mamas, gerando uma aparência assimétrica e feminina ao tórax. A ginecomastia pode ter várias causas. Dentre as mais comuns estão, desequilíbrios hormonais, uso de certos medicamentos e algumas drogas como a maconha, o uso indiscriminado de hormônios esteroides anabolizantes em academias.

Quem pode fazer

A cirurgia pode ser feita em apenas uma ou nas duas mamas e para fazê-la o paciente precisa estar no seu peso ideal. É possível realizar o procedimento em adolescentes, desde que o desenvolvimento da mama esteja estabilizado.

A. Graus

Agende sua consulta

Clique aqui

B. Técnicas

A técnica cirúrgica vai depender das causas do aumento das mamas.

Quando o aumento é resultado do acúmulo de gordura, recorre-se à lipoaspiração. Já quando a origem é glandular o método usado é a remoção das glândulas mamárias. Para isso é feita uma pequena incisão ao redor dos mamilos. Contudo, como na maior parte dos casos acontece um misto das duas origens – excesso de gordura e glandular – é comum associar as duas técnicas. O resultado costuma ser bem satisfatório, deixando o tórax firme e plano.


Em alguns casos - depois de grandes emagrecimentos ou depois de uma cirurgia bariátrica, por exemplo - o paciente pode apresentar um excesso de pele flácida sobressalente, sendo necessário um procedimento para a remoção deste excesso, chamado mamoplastia redutora, na qual se utiliza a técnica do T inverdido. (veja mais no infográfico de mamoplastia redutora)

C. A Cirurgia

A cirurgia dura aproximadamente duas horas. Normalmente é utilizada a anestesia local com sedação, mas em casos raros podem ser utilizados outros métodos de anestesia. O médico escolherá o mais adequado de acordo com cada caso. Em geral, o paciente pode voltar para a casa no mesmo dia.

Pós-Operatório e Cuidados

O paciente deverá usar malhas cirúrgicas nos primeiros dias, para auxiliar no processo de cicatrização e na diminuição do inchaço.

O retorno ao trabalho pode acontecer em aproximadamente três dias.

O paciente deverá evitar exercícios pesados por pelo menos um mês.

Os resultados definitivos da cirurgia começam a aparecer dentro de alguns meses e se tornam completos dentro de 6 meses a um ano após a cirurgia.

Agende sua Consulta

Rua João Penteado, 326
Jardim Sumaré - 14025-010
Ribeirão Preto - SP
(16) 3621-1442
(16) 99638-6073
contato@drricardosilveira.com.br